Buscas são responsáveis por 32,2% do tráfego da Internet no Brasil

A busca orgânica do Google e de outros sites de busca são responsáveis por 32,2% do tráfego em portais e sites da web no Brasil. Se contarmos os links patrocinados (anúncios que aparecem nos resultados de buscas), os mecanismos de pesquisas são responsáveis por 54% dos acessos.

De acordo com a pesquisa, que avaliou mais de 100 milhões de visitas, os resultados de buscas naturais geram mais visitas do que os links patrocinados, que representam 24,1% dos acessos, e também mais do que o tráfego direto, responsável por 17,2% das visitas. O tráfego direto é considerado quando as pessoas digitam o endereço do site no navegador, sem passar por outros sites ou mecanismos de busca.

O programa de afiliados, no qual os sites de e-commerce são anunciados em sites e remunerados por comissão nas vendas, tem 10,2% do tráfego. O total de links de sites de referência (os chamados diretórios ou sites de listas, como Apontador, Kekanto e outros do gênero) responde a 5,1% das visitas, e-mail marketing a 4,1%, redes sociais a 2,6%, displays e anúncios a 2,3% e, por último, comparadores de preço, com 2,2%.

Fontes de tráfego que mais geram vendas

Ao considerarmos os sites de comércio eletrônico para apontar as fontes de tráfego que mais geram receita, a busca orgânica também lidera o ranking, com 34,6% das vendas das lojas virtuais. Em seguida estão os links patrocinados (23,5%) e o tráfego direto (20%).

 


 

Escrito por: Karen Carneti
Fonte: Revista Exame Online

Postado em novembro 4, 2015

Compartilhar

Back to Top